Blog

Como sua casa irá envelhecer?

Publicado em 25/02/2019 110 visualizações

 Nosso trabalho num escritório de arquitetura é uma delícia: damos cara, cor e forma a sonhos muitas vezes sonhados por um tempo considerável. Lidamos com decisões que definirão em muito o modo de vida de pessoas que nos escolheram para fazer parte da vida delas e contar a história junto.

É emocionante a despedida junto do novo começo daqueles que vão habitar um projeto que se tornou um lar apto a receber histórias de vida. Ninguém sabe quais alegrias serão comemoradas, tampouco quais dificuldades deverão ser ultrapassadas naquele local que agora é cenário.
Independente das escolhas ou das surpresas, todos nós desejamos estar presentes por muito tempo ainda, contando e vivendo todas as histórias quanto possíveis.
Não lhe soa estranho, após tanta história, tanta vida, que tenhamos que deixar para trás esse local? Levar as lembranças somente na memória e não mais ao olhar cada canto do lugar?
Às vezes as circunstâncias nos obrigam. Outras vezes, algo ocorre e torna-se maior que as histórias. Algumas vezes bastante coerente, outras, nem tanto.
O fato é que se visto desse ângulo, torna-se extremamente compreensível a negativa e a tristeza quando alguém, seja pelo avançar da idade e/ou por necessidades específicas, tem que deixar suas lembranças mais vivas para trás. Não é só uma casa, é identidade, é quem somos, prolongamento de nós mesmos.
Enquanto elaborávamos esse post, passava por nossas cabeças a necessidade da conscientização de que envelheceremos e teremos dificuldades inerentes a tal situação, e como superá-las.
Mas enxergamos algo além disso – entendemos que no momento de debilidade física, podemos prejudicar a sanidade emocional se ousarmos negar a importância do espaço.
Há a urgente necessidade de pensarmos longe, de planejarmos a vida e não só a próxima viagem, de desejarmos lares capazes de guardar amor e lembranças muito mais do que tecnologias (elas também envelhecerão).
Já temos técnicas e conhecimentos disponíveis para alcançar esse objetivo que se molda com o passar dos anos. Procedimentos e atitudes que darão suporte às mudanças que se farão necessárias. Falta-nos, talvez, a consciência de que assim como tudo, nós também seremos história e que até lá, que possamos contá-las no lugar que escolhemos.
Rua Barão de Piracicamirim, 1548 | Piracicaba SP Fone 19. 3375 1398 WhatsApp 19. 98450 0394